Pular para o conteúdo principal

Ministério da Saúde lança campanha para estimular doação de leite materno

Ministério da Saúde lança campanha para estimular doação de leite materno
Os atuais estoques de leite materno atendem a pouco mais da metade da demanda (Foto: Elza Fiúza/ABr)
São Paulo – O Ministério da Saúde lançou hoje (4) campanha para estimular a doação de leite materno. O objetivo é sensibilizar e mobilizar as mulheres de todo país que estejam amamentando a ajudarem no abastecimento dos bancos de leite de todo o país, que fornecem o alimento para bebês internados, nascidos prematuramente e com baixo peso. Esta é mais uma estratégia da Rede Cegonha para redução da mortalidade infantil.
Conforme o Relatório de Monitoramento 2012 do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), de 1990 para cá o Brasil reduziu em 73% a mortalidade infantil. Naquele ano, a cada mil crianças nascidas vivas, 58 morriam antes de completar 5 anos de vida. Em 2011 a taxa brasileira era de 16 por 1.000.
Segundo o Ministério da Saúde, todo ano são coletados por volta de 150 mil litros de leite humano, que são pasteurizados, certificados e distribuídos a mais de 135 mil recém-nascidos de todo o país, principalmente os hospitalizados. Mais de 115 mil mães doam leite anualmente. O volume de leite doado atende de 55% a 60% da demanda pelo alimento. A meta é ampliar em 15% ao ano o volume coletado.
Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil tem a maior e mais complexa rede de banco de leite humano no mundo, com 212 bancos e 110 postos de coleta espalhados por todo país. A Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano (RBLH) exporta tecnologia e conhecimento para os países da Iberoamérica e África.
A campanha deste ano valoriza as doadoras e as crianças que sobreviveram graças à solidariedade de mães brasileiras. “Nosso esforço é para sensibilizar cada vez mais pessoas e buscar mais mães para se envolverem e participarem dessa corrente”, disse o ministro Alexandre Padilha. 
Com o tema Doar leite materno é multiplicar vida com esperança: é somar saúde com solidariedade; é dividir o alimento mais completo que existe; é diminuir a mortalidade infantil; é igual ao amor – quanto mais a gente doa, mais a gente tem, a campanha tem como madrinha a atriz e apresentadora Maria Paula. Enquanto amamentava seu filho Felipe, hoje com 4 anos, ela doava leite. Para as peças publicitárias foi convidada também a menina Júlia Victória. Prematura, foi alimentada pelo leite doado por Maria Paula e hoje é uma criança saudável.
Segundo a madrinha, muitas mulheres nem sabem que podem salvar a vida de tantos bebês ao doar seu leite. "Acho que esse tipo de informação é fundamental. Quando a mulher sabe que pode ajudar, ela ajuda. E é para isso que eu estou aqui. Espero que essa campanha conscientize as mulheres da importância que de ser generoso e solidário”, disse.
O dia nacional de doação de leite humano, celebrado todo dia 1° de outubro, deverá ser alterado para 19 de maio. A mudança é devido a um acordo firmado na Carta de Brasília de 2010, assinada por ministros da Saúde de 21 países. No documento, os países se comprometeram a instituir o dia 19 de maio como dia de doação de leite humano e pleitear, junto à Organização Mundial de Saúde (OMS), a criação do Dia Mundial de Doação de Leite Humano. A Rede de Leite Humano está se mobilizando nos estados para a criação de semanas estaduais de incentivo.
Com informações do Ministério da Saúde.

Fonte: Rede Brasil Atual

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

HAPPY LIFE PARTICIPA DE EVENTO SOBRE A LBI.

Audiodescrição foto de Natália Betto.: Foto em detalhe mostrando Natalia Betto ao lado do banner do evento. Natalia é branca, tem 1,65m, cabelos pretos lisos, na altura dos ombros, está de blusa azul, usa calça e sapatos pretos. Ela está em pé, com a mão esquerda sobre a perna. O braço direito está flexionado e a mão espalmada para cima mostra a logomarca “Dialogs for Inclusion” no banner. No canto superior direito da foto, em branco, está a logo da Happy Life. Fim da descrição. Uma empresa em fase de crescimento precisa alimentar boas ideias e se alimentar delas. Foi exatamente isso que fez a Happy Life na última sexta-feira, 25 de novembro de 2016., ao participar do Dialogs for Inclusion, experiência de benchmarking à luz da Lei Brasileira de Inclusão – LBI. O evento faz parte do projeto Saber Para Incluir, da Diversitas e teve como anfitriã a Dow Química, que recebeu em seu site no Condomínio Rochaverá, um seleto grupo com profissionais de 12 empresas: Bayer, Cetelen, DSM, Ha
A Happy Life esteve à disposição durante o período do salão do automóvel para realizar o transporte de pessoas com deficiência física ou mobilidade reduzida. O transporte era gratuito aos   e as saídas aconteceram da estação Jabaquara do Metrô (Na Rua Anita Costa, Nº 98) e na estação Imigrantes do metrô (Rua Engº Guilherme Winter) para o Centro de Exposições São Paulo Expo.

Depoimento Especial - Carta de Agradecimento FCD

Gostaríamos de compartilhar com vocês uma carta de agradecimento que recebemos da  FCD/BR – Federação das Fraternidades Cristãs de Pessoas com Deficiência do Brasil, referente ao atendimento realizado no dia 28 de abril de 2017. Obrigada amigos pela mensagem!!! Nós que agradecemos pela preferência e carinho com a nossa equipe. Até o próximo  Happy Transporte ! =) Segue texto da carta: São Paulo, 04 de maio de 2017. Caros amigos e amigas da Happy Life. Paz e Bem! A FCD/BR – Federação das Fraternidades Cristãs de Pessoas com Deficiência do Brasil – FCD(BR),  organizada juridicamente, é um movimento   ecumênico de evangelização  e promoção humana, tem por objeto valorizar a essência da pessoa com deficiência, destacando suas capacidades, buscando uma renovação cultural das próprias pessoas com deficiência, seus familiares, sociedade e governos, provocando com isso a verdadeira inclusão social. Migrada da França onde foi fundada em 1945, pelo Monsenhor Henri François, f