Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2016

Samsung cria touca que vibra para alertar nadadores cegos nos Jogos Paralímpicos

Com bluetooth e sensores, a Blue Cap está sendo testada pelo Comitê Paralímpico da Espanhapor 




A natação está presente nos Jogos Paralímpicos desde sua primeira edição, em Roma no ano de 1960. Porém, apenas atletas com lesão na medula espinhal podiam competir. Foi em 1972, nos Jogos de Heidelberg, que deficientes visuais também entraram na modalidade.

Desde então, existe um método para alertar os nadadores cegos de que é hora de fazer a virada olímpica, no fim da raia. O técnico usa um bastão para dar um catiripapo na cabeça do atleta. Em colaboração com o Comitê Paralímpico da Espanha, a Samsung decidiu pensar em uma maneira de aprimorar isso. Através de tecnologia bluetooth e sensores, criaram a Blind Cap, uma touca que vibra para avisar o nadador que ele está se aproximando da borda da piscina.

A ideia é da agência Cheil, de Madrid, que fez a touca ser sincronizada com o smartwatch da Samsung, o Gear S2, ou com um aplicativo instalado em um smartphone. O técnico precisa ac…

II Fórum de Diversidade e Inclusão.

No dia 27 de abril, a AAPSA - Associação Paulista de Recursos Humanos e de Gestores de Pessoas realizou o II Fórum de Diversidade e Inclusão.

Foi discutido como é o processo de Inclusão dentro das instituições. E como podemos aprimorá-lo.

Varias alternativas puderam ser consideradas e algumas foram debatidas nesse evento tão importante. 
Um momento de reflexão de como podermos melhorar nossa receptividade para com todas as diferenças.



Dog Day – Ação visa informar para incluir

No dia 28 de abril a Secretaria de Inclusão da Pessoa com Deficiência do Sindicato dos Comerciários de São Paulo realizou o Dog Day – evento em comemoração ao Dia Internacional do Cão-Guia.
O Dog Day é um projeto da Diversitas Soluções Inclusivas, cujo objetivo é promover informação de qualidade para facilitar a convivência das comunidades com usuários e socializadores de cães de assistência.
Na ocasião, foi possível aprender sobre direitos e deveres de usuários e socializadores de cães-guias e de serviços em ambientes de trabalho e consumo.

A Happy Life participou do painel sobre a importância em oferecer serviços com recursos de tecnologia assistiva e acessibilidade comunicacional.
Os debates foram mediados por Renata Andrade, diretora da Diversitas; Diego Castro, deficiente visual e usuário de um cão-guia; e pela advogada Carolina Vizeu.
“Em breve, o Sindicato fará 75 anos e, nos últimos tempos, tem avançado bastante no desenvolvimento de ações cidadãs, buscando quebrar paradigmas,…