Especialistas dizem que é possível prevenir perda da memória


Mal de Alzheimer e derrames estão entre os riscos que uma pessoa com problemas de memória pode sofrer com o passar dos anos, segundo especialistas. Mas é possível tomar cuidados simples desde a juventude para evitar doenças relacionadas ao cérebro que afetem a memória.

A melhor forma de manter a mente saudável é ter uma alimentação balanceada, com frutas e legumes, e praticar exercícios físicos. Outro hábito essencial para a memória é a leitura.

De acordo com o neurocirurgião César Augusto Nicolatti, vários fatores podem ser confundidos com problemas de memória. Quando o esquecimento passa a influenciar negativamente no trabalho ou na vida pessoal, isso pode ser sinal de uma doença mais séria. "Uma pessoa que, por algum motivo, está alheia aos acontecimentos, na verdade ela tem um distúrbio de fixação. Ela não se lembra porque não prestou atenção na informação. Isso é muito frequente nas situações de depressão", explica Nicolatti.

Segundo o educador Jefferson Dias, qualquer pessoa pode usar técnicas simples para melhorar a memória, como trocar o relógio de pulso ou mudar o caminho para o trabalho. Outra dica é envolver os sentidos a uma informação que não pode ser esquecida. "Se você aperta a mão de alguém e repete o nome dela duas ou três vezes, você associa vários sentidos ao mesmo tempo, e a probabilidade de esquecer a informação é muito menor", diz.





Fonte: Midia News

Comentários

Postagens mais visitadas