Pular para o conteúdo principal

Festival de Cinema de Gramado exibe filme 'Colegas' com audiodescrição


Portadores de necessidades especias puderam acompanhar o filme.
Paisagens, cenários e ações foram narradas ao vivo durante projeção.


Necessidades especiais (Foto: Itamar Aguiar/Pressphoto)Dezenas de pessoas com necessidades especiais assistiram ao filme (Foto: Itamar Aguiar/Pressphoto)
Pela segunda vez em seus 40 anos de história, o Festival de Cinema de Gramado exibiu um filme com audiodescrição. Muito aplaudido ao final da sessão, "Colegas", de Marcelo Galvão, pode ser acompanhado por uma plateia ainda excluída das salas de cinema Brasil afora: deficientes visuais, pessoas com síndrome de Down, problemas neurológicos ou dificuldades de memorização. "Saneamento Básico", em 2007, já havia usado o recurso.
O road movie integra a competição de longas-metragens nacionais e aborda de maneira leve e divertida o preconceito ainda enfrentado por portadores da doença genética. A trama retrata a jornada de três jovens com Down (Ariel Goldenberg, Breno Viola e Rita Pokk), que fogem de um instituto e partem para uma aventura dispostos a realizar seus maiores sonhos.
Antes da exibição, uma fila se formou no interior dos Palácio dos Festivais, para a retirada de fones de ouvido. Por meio desse equipamento, o público com necessidades especiais recebeu informações em áudio sobre o filme, narradas ao vivo de uma cabine no canto superior da sala de cinema. Cenários, paisagens, figurinos e todas as ações que não pudessem ser percebidas apenas pelo som do filme eram descritas pelas narradoras, com riqueza de detalhes.
Fones de Ouvido (Foto: Márcio Luiz/G1)Narração foi transmitida através de fones de ouvido
distribuídos ao público (Foto: Márcio Luiz/G1)
A iniciativa partiu do produtor do filme, Marçal Souza, que perdeu a visão há sete anos. Durante o processo de produção do longa, ele notou que diante de si tinha a oportunidade de iniciar uma discussão sobre o assunto. A partir disso, entrou em contato com a Tagarela Produções, de Porto Alegre, uma das poucas do país com experiência na área. O próximo passo foi levar a proposta à organização do festival, que aceitou.
"Hoje que estou do lado de cá, percebo como a audiodescrição é importante. Ouvi antes e gostei muito. Eu conheço cada segundo desse filme e sei como ele é visualmente grandioso, com uma fotografia muito bonita. Os planos são abertos. Uma pessoa que não enxerga vai perder tudo isso se não tiver esse recurso disponível", destacou Marçal.

"Colegas" tem estreia em circuito comercial marcada para o dia 9 de novembro. Segundo o produtor, a ideia é levar o recurso da audiodescrição para algumas salas do Brasil, pelo menos nas principais capitais. Após a exibição nos cinemas, as cópias em DVD e Blu-ray do filme devem ser lançadas já com a audiodescrição.

Fonte: G1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

HAPPY LIFE PARTICIPA DE EVENTO SOBRE A LBI.

Audiodescrição foto de Natália Betto.: Foto em detalhe mostrando Natalia Betto ao lado do banner do evento. Natalia é branca, tem 1,65m, cabelos pretos lisos, na altura dos ombros, está de blusa azul, usa calça e sapatos pretos. Ela está em pé, com a mão esquerda sobre a perna. O braço direito está flexionado e a mão espalmada para cima mostra a logomarca “Dialogs for Inclusion” no banner. No canto superior direito da foto, em branco, está a logo da Happy Life. Fim da descrição. Uma empresa em fase de crescimento precisa alimentar boas ideias e se alimentar delas. Foi exatamente isso que fez a Happy Life na última sexta-feira, 25 de novembro de 2016., ao participar do Dialogs for Inclusion, experiência de benchmarking à luz da Lei Brasileira de Inclusão – LBI. O evento faz parte do projeto Saber Para Incluir, da Diversitas e teve como anfitriã a Dow Química, que recebeu em seu site no Condomínio Rochaverá, um seleto grupo com profissionais de 12 empresas: Bayer, Cetelen, DSM, Ha
A Happy Life esteve à disposição durante o período do salão do automóvel para realizar o transporte de pessoas com deficiência física ou mobilidade reduzida. O transporte era gratuito aos   e as saídas aconteceram da estação Jabaquara do Metrô (Na Rua Anita Costa, Nº 98) e na estação Imigrantes do metrô (Rua Engº Guilherme Winter) para o Centro de Exposições São Paulo Expo.

Depoimento Especial - Carta de Agradecimento FCD

Gostaríamos de compartilhar com vocês uma carta de agradecimento que recebemos da  FCD/BR – Federação das Fraternidades Cristãs de Pessoas com Deficiência do Brasil, referente ao atendimento realizado no dia 28 de abril de 2017. Obrigada amigos pela mensagem!!! Nós que agradecemos pela preferência e carinho com a nossa equipe. Até o próximo  Happy Transporte ! =) Segue texto da carta: São Paulo, 04 de maio de 2017. Caros amigos e amigas da Happy Life. Paz e Bem! A FCD/BR – Federação das Fraternidades Cristãs de Pessoas com Deficiência do Brasil – FCD(BR),  organizada juridicamente, é um movimento   ecumênico de evangelização  e promoção humana, tem por objeto valorizar a essência da pessoa com deficiência, destacando suas capacidades, buscando uma renovação cultural das próprias pessoas com deficiência, seus familiares, sociedade e governos, provocando com isso a verdadeira inclusão social. Migrada da França onde foi fundada em 1945, pelo Monsenhor Henri François, f